Jornada Sub Mergulho
Av. Pedro Blanco da Silva, 665 - Jundiaí - SP
Fone: (11) 4586-5051 

 

queimada

grande

Queimada Grande

A Ilha de queimada Grande é formada por um maciço rochoso com superfície de 430.000 km2, dotada de vegetação arbustiva e arbórea, não havendo praias em seu entorno. De topografia irregular, é caracterizada por duas elevações, sendo a primeira mais plana, onde está localizado o farol, e a segunda atinge uma altitude de 206 metros. Está distante a 35 km da costa continental de Itanhaém.

O desembarque na Ilha de Queimada Grande só é permitido com autorização especial. Mesmo assim, é desaconselhável devido à população estimada de 15 mil indivíduos de jararaca ilhoa, espécie endêmica, parente das jararacas continentais, porém com veneno muito mais poderoso.

O nome Queimada Grande surgiu a partir da técnica de atear fogo na mata costeira para afugentar as serpentes, utilizada pelos antigos pescadores quando necessitavam desembarcar em terra firme.

Durante o trajeto é comum avistar baleias de Bryde e grupos de golfinhos. A profundidade nos pontos deste destino variam de 6 a 30 metros e a visibilidade varia muito em função das correntes e condições climáticas, podendo alcançar 15 metros. A temperatura média anual é de 22ºC, sendo que entre meados de janeiro e maio pode chegar a 27ºC.

Fonte: Roteiros de Mergulho - Fundação Florestal - Programa Trilhas de São Paulo

PONTOS DE MERGULHO

1. Saco do Bananal

Profundidade: 6 - 18 metros

2. Naufrágio Tocantins

Profundidade: 8 - 22 metros

3. Naufrágio do Rio Negro

Profundidade: 8 - 30 metros

4. Saco do Farol

Profundidade: 12 - 30 metros

5. Paredão

Profundidade máxima: 25 metros

Mergulho na Queimada Grande

Inclui:

Saída embarcada com dois cilindros

Lanche no barco

A saída poderá ser partindo de Itanhaém ou São Vicente, conforme o operador de mergulho.

 

Consulte datas com acompanhamento do staff da Jornada Sub.